Linha de produtos

  • Bombas de óleo para automóveis e veículos utilitários
  • como bombas de encaixe, bombas de flange, bombas acionadas por engrenagem ou por corrente
  • Bombas de óleo com relação direta com a rotação do motor
  • Bombas de óleo variáveis, eletro-hidráulicas de ajuste contínuo para transportar o óleo lubrificante de acordo com a demanda
  • Bombas de sucção de óleo (p. ex. para aspirar o óleo do cabeçote)
  • Bombas paralelas óleo/vácuo

Produto em foco - Vantagens

As bombas de óleo transportam o óleo do cárter do óleo para os pontos de lubrificação do motor, passando pelo filtro de óleo e pelo radiador de óleo.
O sistema de lubrificação do motor tem a tarefa de alimentar os componentes do motor com uma quantidade suficiente de óleo lubrificante. Ele constitui um sistema fechado em si, onde o óleo tem de assumir numerosas tarefas.

  • Lubrificação de todas as peças deslizantes
  • Refrigeração dos componentes de motor – proteção contra superaquecimento
  • Eliminação de depósitos, resíduos de combustão e abrasão
  • Proteção contra a corrosão
  • Amortecimento de ruídos e vibrações
  • Vedação ultrafina (p. ex. anéis de segmento)
  • Transmissão da força
1 Escoamento
2 Alimentação
3 Banco de cilindros 1
4 Válvulas de retenção de óleo
5 Válvula de bicos de pulverização
6 Banco de cilindros 2
7 Apoios do virabrequim e da bronzina de biela
8 Tensor de corrente
9 Árvore compensadora
10 Válvula de regulagem de pressão de óleo
11 Bomba de óleo
12 Válvula de segurança de pressão de óleo
13 Radiador de óleo (resfriado por água)
14 Caixa do filtro de óleo
15 Válvula de derivação
16 Elemento filtrante
17 Válvula de retenção

Para uma refrigeração e lubrificação adequadas, a bomba de óleo tem de bombear o volume de óleo inteiro através do motor 4 - 6 vezes por minuto. Além disso, deverá estar concebida de modo a poder abastecer com óleo novo todos os pontos de lubrificação após a partida a frio, o mais rapidamente possível, e garantir uma taxa de vazão suficiente mesmo com baixas velocidades de rotação.

Os motores modernos precisam de mais óleos e lubrificantes, quer se trate de comandos hidráulicos de válvulas quer de blocos de motor de metal leve em alumínio. Ao mesmo tempo é necessário diminuir drasticamente o consumo de energia da bomba, para manter as emissões de CO² tão baixas quanto possível.

Os motores modernos precisam de fluxos volumétricos de óleo sobreproporcionais, especialmente na gama inferior de velocidades de rotação devido às tarefas hidráulicas ao nível do óleo, que são em parte novas, como a compensação hidráulica da folga de válvula e do eixo comando, o arrefecimento do pistão e muito mais. No caso de bombas convencionais, não reguladas, isto causa uma elevada potência dissipada nas gamas superiores de velocidades de rotação, devido à relação direta com a rotação do motor. As bombas de óleo reguladas por via mecânica ou elétrica permitem uma taxa de vazão com maior eficiência, conforme com as necessidades e independente da velocidade de rotação.

A durabilidade prolongada e a eficiência elevada definem os padrões das nossas bombas de óleo.

  • As bombas de óleo são em regra substituídas por completo. Não está prevista uma revisão da bomba de óleo.
  • As bombas de óleo têm uma durabilidade prolongada que, no entanto, pode ser diminuída devido a erros de manutenção, como uma qualidade insuficiente do óleo, diluição do óleo, sujeira ou devido a danos no motor. Por isso, pode ser necessário trocar a bomba de óleo prematuramente.

 

Modelos

Modelos e versões de bombas

  • As bombas de óleo em motores para veículos utilitários são geralmente bombas acionadas por engrenagem ou com corrente de transmissão. Elas são acionadas indiretamente pelo mecanismo do virabrequim.
  • Graças ao tipo de construção, as bombas de óleo com acionamento por engrenagem ou de encaixe são mais fáceis de substituir do que as bombas de óleo acionadas por corrente.
  • Em virtude do princípio de construção, as bombas de rotor conseguem gerar maiores capacidades de transporte com pressões elevadas.
  • A vantagem das bombas de engrenagem interna está na sua elevada capacidade de transporte, especialmente a baixas velocidades de rotação
  • O acionamento de uma bomba de óleo pode ser feito através de dentado externo ou interno para acionamento direto do virabrequim ou acionamentos auxiliares.
  • Nos automóveis e veículos utilitários modernos são utilizadas bombas de óleo reguladas que transportam o fluxo de óleo de acordo com as necessidades, economizando combustível.